(34) 3061-0101 Atendimento 24 horas

ATIVIDADES

Terapia Espiritual

Nela há total e irrestrito direito à universalidade, Dá-se e cobra-se respeito às variações de identidades religiosa. Trata-se de uma terapia ecumênica. Valores culturais no culto por ritos, são postos de lado para abraçarem um Poder Superior, este por sua vez Deus, da maneira como cada O compreende e aceita.. A espiritualidade se refere a uma dimensão do ser humano que o distingue por ser único. A dimensão espiritual é onde evolui e age o espírito do homem. Pode-se definir espiritualidade como sendo uma  "propensão humana a buscar significado para a vida por meio de conceitos que transcendem o tangível, à procura de um sentido de conexão com algo maior que si próprio". A espiritualidade pode ou não estar ligada a uma vivência religiosa, indo além do intelecto. Hoje a espiritualidade tem sido bastante estudada no que se refere às suas relações com a saúde humana. A Organização Mundial de Saúde (OMS) vem aprofundando as investigações sobre a espiritualidade enquanto constituinte do conceito multidimensional de saúde; atualmente, o bem-estar espiritual vem sendo considerado mais uma dimensão do estado de saúde, junto às dimensões corporais, psíquicas e sociais.

Terapia Holística

Defende uma visão integral e um entendimento global do complexo fenomenológico da dependência de psicoativos. Inspirada no programa de 12 Passos dos anônimos, segue os moldes de Narcóticos Anônimos (NA) e/ou Alcoólicos Anônimos (AA), irmandades mundialmente ativas em mais 131 países. Tem por filosofia “Viver só por hoje”. Isto para uma doença - progressiva incurável e fatal, cada dia livre do abuso psicoativos deve ser celebrado como uma vitória! O diferencial das reuniões está no respeito mútuo proporcionando o surgimento da empatia. É nesta terapia que partilha dos sentimentos ajudam aliviar dores emocionais. Nela também, no estudo dos Passos está o ápice da programação.

Psicoterapia de Grupo

Ministrada pelo Núcleo de Psicologia, é de enorme valor terapêutico. A leitura cognitivo-comportamental, abre precedente para um programa diário e vivenciado embasado em técnicas que se voltam ao surgimento de habilidades sociais, reformulação do caráter.  

Grupos de Sentimento Maturidade (GSM)

A estrutura da clínica estimula os relacionamentos dos pacientes entre si em todos os níveis e gera muitos sentimentos que hão de ser trabalhados. Cada um é o sentimento que tem, e compreendê-los é compreender nossa relação com o mundo que nos rodeia. Quanto mais sinceros nos tornarmos, mais condições teremos de entrar em contato com a realidade. O uso de substancias psicoativas agiu como um anestésico nos sentimentos do dependente e, no momento que  não tem mais esse “recurso”, entra num estado de confusão muito grande. O grupo de sentimento se propõe a ajudar o dependente a se descobrir como pessoa sensível e também aos outros seres sensíveis. Este grupo prepara, inicialmente, o dependente a não responder imediatamente aos seus sentimentos e sim aprender a “dominá-los” e a deixá-los livre no momento e maneira apropriada.

Reunião de Simulado de NA/AA

Esta reunião segue os modelos das reuniões de NA/AA, levando em conta seus princípios e tradições. Tendo por objetivo a verbalização de conteúdos significativos em sua vida. Esta reunião se assemelha muito à de autoajuda, sendo seu diferencial a participação exclusiva dos pacientes.

Plano de Prevenção à Recaída

Desenvolvido com pacientes que concluíram o tratamento nesta clínica e quando saíram voltaram ao uso. São ministrados 22 trabalhos onde através destes podem identificar o que o levou a recaída. São feitas 2 reuniões de uma hora por dia na semana com o terapeuta.

Filmes Terapêuticos

Consiste na exibição de filmes que contenham informações relacionadas a dependência química, filmes motivacionais ou que contenham alguma mensagem de crescimento pessoal e para ser discutido em grupo.

Psicoterapia Individual

Realizada uma vez na semana, sendo que nesse processo os residentes se motivam para mudança, aprendem a evitar a recaída e desenvolvem habilidades que contribuem para sua reinserção social e a solução de seus problemas pessoais, através de técnicas psicológicas determinadas. Outros objetivos da psicoterapia individual: restabelecer o equilíbrio emocional e afetivo; identificar os conflitos até então mascarados pelo uso da droga; descobrir novas formas de lidar com esses conflitos, que não seja através da droga; incentivar o desenvolvimento de recursos interno como a tolerância, frustração, reconhecimento de seus limites, capacidade de controlar os impulsos, buscando um fortalecimento psíquico em favor de uma reintegração social afetiva; avaliar a disposição para a mudança das situações de risco do uso da droga, dos pensamentos e sentimentos em relação ao uso e dos meios que o dependente tem para o enfrentamento da compulsão. Manutenção dos novos comportamentos adquiridos.

Atendimento Psiquiátrico

Durante o tratamento é realizada pelo médico psiquiatra a investigação de possíveis comorbidades, problemas psíquicos ou clínicos, pré existentes ou desenvolvidos com o uso de substâncias químicas, como: depressão, bipolaridade, manias, fobias, transtornos, hiperatividade entre outros. Esses problemas são devidamente medicados.

O atendimento psiquiátrico é feito de acordo com a gravidade dessas comorbidades.
Pacientes com quadro considerado grave – atendimento semanal;
Pacientes que fazem somente o uso de medicação para desintoxicação – atendimento quinzenal;
Pacientes que não necessitam do uso de medicação – atendimento mensal;

Grupos Terapêuticos

Realizados por profissionais, onde é dado retorno sobre os sentimentos expostos pelos pacientes, dúvidas sobre sentimentos, pensamentos e comportamentos que podem levá-los ao uso de substancias psicoativas. É importante que o paciente receba ajuda terapêutica para entender que todos nós temos sentimentos e pensamentos. O que nos diferencia é a maneira como lidamos com eles, independentemente de qual sejam.

Atendimento Terapêutico Individual

O paciente é atendido em um local longe de perturbações para uma conversa sobre o quadro terapêutico e emocional. O atendimento tem por intuito ouvir e orientar o paciente em relação a seus sentimentos, pensamentos e comportamentos. Deixando claro que o melhor remédio para a adicção é expor sentimentos e pensamentos que estão incomodando e deixando o paciente confuso em relação a si mesmo e aos outros.

Grupos de Auto-Ajuda

Uma vez por mês, o grupo de H&I (Hospitais e Instituições), realiza um painel de uma hora, sendo este com literaturas, partilhas, perguntas e respostas. O intuito da reunião é transmitir a recuperação e experiência de companheiros que já estiveram em situações semelhantes e hoje, sem o uso de qualquer substância psicoativa, encontraram uma nova maneira de viver.

Orientação para familiares

Acreditamos que os familiares são fundamentais no processo de recuperação, oferecendo suporte emocional de maneira adequada aos pacientes. Sempre que é avaliado a necessidade de trabalhar algum conteúdo terapêutico com os familiares, esses são chamados a comparecerem na clinica.

Educação Física

É feito um alongamento e uma corrida de 20 minutos com todos os pacientes e depois é dividido os grupos pelo professor para as atividades como: futebol, academia e piscina. As atividades físicas são feitas três vezes por semana com duração de uma hora por dia.

Laborterapia

A limpeza é realizada no pátio, sala, banheiros e quartos diariamente pelos pacientes. No pátio, o coordenador separa os grupos para cada área da clinica e um paciente de cada quarto fica responsável pela limpeza do mesmo (cada dia um paciente). Esse tipo de trabalho assume uma profunda significação social e psicológica no processo de recuperação sob a perspectiva de autoajuda. A definição de trabalho como laborterapia não é mero eufemismo, pois sugere uma compreensão das características de personalidades associadas com o comportamento problemático no trabalho e na escola em residentes da clinica.

Reuniões de Equipe

O objetivo da reunião de equipe é discutir todos os assuntos relacionados as dinâmicas interpessoais e a vida na clinica. Para tanto, são feitas reuniões de equipe semanalmente, nas quais são decididas as Medidas Reeducativas (MR), são tratados todos os assuntos pertinentes aos pacientes e são tomadas todas as decisões acerca da clínica. Todas as decisões tomadas nas reuniões de equipe levam em conta os princípios básicos que regem a clinica e o código de ética da mesma. Um bom trabalho em equipe tem como conseqüência maior qualidade e produtividade, menos stress e desgaste, o que garantira ao paciente e a própria equipe maior eficácia na tratamento, coerência de atuação e respeito a dignidade do ser humano no programa de recuperação e reinserção social.

Deixe seu contato. Retornamos rápido.

Todos os campos são obrigatórios